Museu das Flores

Janeiro 2022

DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

O Culto Mariano na Ilha das Flores

D. João IV, em 1646, impôs a coroa de Portugal à Virgem Maria em sinal de agradecimento pela recuperação da independência face a Castela. Desde aí mais nenhum rei ou rainha poderão voltar a usar a coroa real. É imagem presente nas suas diversas evocações em todas as igrejas da ilha das Flores, contribuindo para uma ligação muito forte dos cristãos com a sua igreja (espaço físico) e com o seu Deus. É orando a ela que muitos agradecem e pedem graças para o seu dia a dia, sendo orgulho dos seus paroquianos, identificando a imagem da sua paróquia no meio de quaisquer outras. Neste mês que é dedicado a Nossa Senhora e neste ano tão atípico em que não há praticamente eventos religiosos, o Museu das Flores e a Ouvidoria das Flores acharam por bem assinalar a data com a presente exposição, contribuindo assim para a divulgação do culto mariano na Ilha das Flores.

O Concílio de Éfeso (séc. IV) proclamou Maria, mãe de Deus, o que torna o seu culto muito antigo na Igreja Católica e nas Igrejas Ortodoxas. O mosaico cultural e religioso que é a bacia do Mediterrâneo serviu de berço ao seu desenvolvimento porque havia uma sensibilidade matriarcal muito forte nas culturas pré-romanas materializada na figura da Deusa Mãe Criadora, que teve várias designações ao longo do tempo. Em Portugal, a inclusão dos homens nos exércitos da reconquista cristã, nas descobertas e emigração obrigou à ausência masculina do seio familiar por longos períodos de tempo, fazendo com que a mulher-mãe continuasse a deter um papel forte no seio da organização familiar. Esta ambiência cultural favoreceu o desenvolvimento do culto mariano no país e nas ilhas.

Inúmeros génios das mais variadas áreas artísticas buscaram inspiração na vida de Maria para criarem obras de arte de reconhecimento universal.

 

Data Inicial
2021-05-07
Data Final
2021-06-30
Hora Inicial
10:00
Hora Final
18:00
Voltar atrás

Optimizado para as últimas versões dos browsers:
Microsoft Edge, Google Chrome, Safari, Opera e Firefox

Desenvolvido pela Salworks